andaimes-1

7 dicas para montar andaimes com segurança

Como todos do ramo de construção civil sabem, andaimes são estruturas montadas com a finalidade de dar acesso a algum lugar. Eles também servem para escorar trabalhadores em paredes. O andaime pode ser feito de aço, alumínio e madeira e, com a atividade da construção civil cada vez mais forte, principalmente nas grandes cidades, é possível observar vários andaimes em todo Brasil.

Para qualquer pessoa, seja ela profissional da construção civil ou não, fica óbvio ao enxergar um andaime com operários trabalhando, que a segurança deste tipo de situação precisa ser a maior possível, pois um acidente pode ser fatal.

Veja as 7 dicas para montar andaimes com segurança

1 – Preparar a área de montagem apropriadamente

Uma das principais causas de acidentes com andaimes é referente ao local onde ele será instalado. É preciso preparar adequadamente o local de montagem do andaime. O solo deve ser o mais reto possível, sem ondulações que possam ocasionar acidentes, assim como deve ser compacto para aguentar o peso e não sofrer alterações radicais em dias de chuva. A base segura é fundamental para montar o andaime com segurança.

2 – Isolar a área

Andaimes não devem ser montados em regiões em que muitas pessoas costumam passar perto. A área precisa ser isolada a uma distância de até dois metros de qualquer indivíduo que não tenha envolvimento com a obra. Isso garante segurança tanto para quem trabalha sobre o andaime, como para quem circula pela região.

3 – Andaimes com rodinhas

No momento em que for necessário o uso de andaimes com rodinhas, é necessário fazer a montagem com um modelo que não supere seis metros de altura. Além disso, nunca deve-se usar nenhum aparato — como caixotes, por exemplo — para aumentar a altura dele. Também é importante que o andaime seja montado longe de estruturas elétricas, além de nunca ser movido com materiais ou pessoas sobre ele.

4 – Sempre realizar checagens

Durante a montagem, é importante realizar a checagem do esquadro, do prumo e do alinhamento das torres, visando verificar se o esforço nos quadros ou nas diagonais durante o processo não será excessivo.

5 – Tomar cuidado com a diagonal interna

Só deve-se retirar a diagonal interna no período de realização dos serviços. Além disso, lembre-se de que elas devem ser colocadas de novo imediatamente após o término do trabalho. É preciso evitar, ainda, retirar a diagonal interna em vãos simultâneos. Para subir no andaime, é muito importante utilizar sempre a escada de acesso que vem junto com o equipamento.

6 – Ter atenção aos pranchões

Os pranchões do andaime, que são o ponto que suportará o peso do próprio andaime e também dos materiais, devem ficar travados nos dois apoios com perfeição. Isso só acontecerá se o estado de conservação deles for eficiente e confiável. Em casos de desgaste muito grande eles devem ser substituídos, além de ser importante verificar também se não há pregos nos pranchões.

7 – Não abrir mão dos EPIs

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são indispensáveis para quem trabalha tanto na montagem dos andaimes quando em cima deles. São considerados EPIs acessórios como capacetes, cintos de segurança tipo para-quedista, botas, óculos de proteção, luvas de raspa, macacão, protetores auriculares, entre outros. Esses acessórios garantem proteção física ao trabalhador, portanto, não deixe que sua equipe trabalhe sem eles, mesmo na etapa da montagem, que é uma etapa importante do processo — e assim como as outras, oferece riscos.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply